Eu estou mais magra. Estou e estou feliz com isso. Mas há uma parte chata, que eu não tenho como contornar: as minhas maminhas estão a ir desta para melhor. E há muito pouco que eu possa fazer em relação a isso. As mamas são gordura. Vai-se o peso, vão-se as mamas. Só de pensar que dei milhares para as pôr mais pequenas e agora estou a lamentar-lhes o tamanho?! Mas bom, não se pode ter tudo, não é verdade? Esta fotografia foi tirada hoje. Comprei estas calças há muito tempo e foram um erro de casting. São um 36 muito apertado, que usei apenas uma vez, por não aguentar tê-las vestidas. Hoje tive, todo o dia, em pé e sentada no chão com os miúdos. A cintura ficou larga até! As mamas? São danos colaterais! Será que ainda dá para recuperar o que me tiraram há uns anos? Dr. Ângelo, está a ler isto? Bolas!

3 Comments on Danos Colaterais

  1. Joana, seria possível ter uma ideia da sua ementa diária , que tem actualmente?

    Eu sei que cada pessoa deve ter uma alimentação ajustada a si e não fazer a dos outros. Mas era só para ter uma ideia de como é uma alimentação saudável e ao mesmo tempo com resultados.
    Está óptima! Continue sempre com essa força interior!

  2. Olá Joana,

    Quando comecei a seguir este blog, à 2 anos e meio, tinha acabado de ser mãe e estava com 78kg em cima do meu metro e meio.
    Nunca tive muito peso a mais, mas sempre fui a gordinha do grupo, e naquela altura era-me difícil aceitar-me com aquele peso, mesmo sendo a altura que era.
    Encontrar este blog ajudou-me bastante, deu-me a motivação que eu precisava para não esmorecer. Cheguei até a ponderar experimentar o crossfit 🙂
    Assim que consegui ter tempo para mim voltei ao ginásio, voltei a correr e voltei a gostar de me ver.

    Hoje, 20 kg mais leve, com menos peso até do que tinha quando decidi engravidar, sinto-me bem comigo mesma. Não sou magra, não tenho quadradinhos definidos na barriga, mas sinto-me bem na minha pele e já não entro em paranoia com o valor da balança.
    Hoje frequento o ginásio sem sentir qualquer obrigação e porque me faz bem lá ir, alivia-me o stress do dia a dia, mas se não for não há problema.

    Vou casar daqui a 1 mês e meio, não fiz nem penso fazer nenhuma dieta louca e não estou em pânico com a ideia de me expor num vestido de noiva.

    Obrigada Joana 🙂

    • Teresa, que maravilha de comentário. Fico tão feliz por saber isso! Adorava receber uma fotografia do casamento! Um enorme beijinho e força para continuar este caminho que nunca acaba! Felicidades! :)))

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *