Como é que eu vou fazer quando for casada e tiver filhos?, perguntaram-me noutro dia. Isto porque falava da minha rotina de treino e de alimentação. Efetivamente, eu não tenho filhos para dar banho e jantar e, por isso, posso dar-me ao luxo de estar no Crossfit ao final do dia. Eu não sou mãe e, confesso, esse chamamento ainda não despertou em mim. Talvez por lidar todos os dias com miúdos e por ter o amor deles de forma incondicional. Não sei. Mas pensando um pouco nisso, a verdade é que não posso antever como é que vou fazer se tiver um filho ou mais. O que sei, é que neste momento organizo a minha vida para que seja assim, exatamente como desejo que seja. Não me faz sentido que seja de outra maneira. Se um dia tiver filhos para dar banho e jantar, logo vejo como vai ser. O que não posso, nem quero, é comprometer o presente com uma ideia futura, que ainda nem desejo (sorry, expetativas da sociedade), que pode ou não vir a acontecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *