Estava, há mais de três anos, à espera deste dia. Do dia em que pudesse, finalmente, fechar o capítulo do maior desamor da minha vida. Apesar desta relação já ter acabado há muito tempo, só hoje a encerrei definitivamente. Hoje divorciei-me. Não foi um divórcio à séria, porque não tínhamos casado. Não tinha havido o vestido, nem os convidados, nem a festa, nem o bolo. Não tinha havido nada disso. Só o resto. O bom e o menos bom. Mas houve um bem comum, que hoje deixou de ser meu (e ainda bem). Por isso, hoje, com todos os papéis assinados e com as contas feitas, sinto que me divorciei. Há algum tempo que me sinto muito livre de mim. Hoje, acho-me nas nuvens. Esta porta fechou. Acabou! Divorciei-me!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *