Hoje é o Dia Internacional do Obrigado (as meninas dizem obrigada, ok?) e eu, que tenho tanto para agradecer, não podia deixar passar este dia sem escrever um textinho sobre agradecimentos sinceros. Não, não vou dizer obrigada a ninguém em especial. Não me levem a mal, nem me achem injusta, mas hoje, confesso, disse obrigada a mim mesma. Obrigada por ter este mau feitio, que me ajuda a viver a vida que quero. Obrigada a esta força de vontade, que me faz continuar a querer ser melhor, a muitos níveis. Obrigada ao meu espírito de sacrifício, que me motiva a trabalhar todos os dias da semana, muitas horas, porque sei perfeitamente que a vida não é mel e que as coisas não caem do céu. Obrigada por ter tomado decisões muito, muito importantes, que me trouxeram até ao dia de hoje, em que me sinto muito feliz com a vida que tenho, com as pessoas que fazem parte dela, porque assim o querem e porque eu quero também. Muito satisfeita com o meu trabalho (tenho 22 novos miúdos encantadores e só me apetece mordê-los!), com este blogue, com o CrossFit. Muito, muito agradecida, de morte, por, depois de tanto tempo, me deitar todas as noites e pensar: agora está tudo bem. Por tudo isto, bolas, eu digo um profundo obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *