img_5999
img_5988
img_5971

Já passou um dia e eu já consegui digerir tudo o que aconteceu no domingo. Já expressei a minha gratidão à vida, por tudo o que me tem dado ultimamente. Tenho cobrado os atrasados, é um facto. Porém, não posso deixar de agradecer, em especial, a algumas pessoas que me ajudaram diretamente na concretização desta minha loucura dominical.

– à minha mãe – por me ter ajudado a preparar toda a comida saudável que houve no mercado. Foi um sucesso: o bolo de batata doce, as trufas de vários sabores e a mousse de chocolate fit. Comeu-se tudo, que foi um mimo;
– ao meu irmão – que passou o dia a vender a comida e a ser super simpático com todas as pessoas que visitaram o mercado. És o maior, puto!;
– à minha amiga Sónia – que me ajudou a montar o mercado no dia anterior, que vendeu comida, que me apoiou como sempre, acalmando-me os nervos, fazendo tudo por mim;
– aos meus amigos David e Sara – por toda a boa disposição durante o dia e por toda a ajuda que deram nas arrumações;
– à Imaginares – mais precisamente à Sofia e à Tatiana, por me terem montado uma mesa linda, com louças, flores e etiquetas de morrer, incluindo peças do Crossfit. São as melhores! (não deixem de espreitar a página de facebook e o instagram da Imaginares e contratem-nas, mesmo a sério!);
– à minha amiga Rita d’Orey – por ter criado um flyer bem fofinho, para promover o evento;
– à minha amiga Rita Pereira – por me ter conseguido um montão de sacos de plástico;
– a todas as pessoas que me visitaram – e ajudaram a Operação Nariz Vermelho e a mim própria, livrando-me de uma série de peças de roupa em ótimo estado, que viviam tristes no meu armário por não serem usadas;
– ao João e ao António – por confiarem em mim ao ponto de me entregarem as chaves da sua box – Crossfit Restelo SEMPRE! – para concretizar esta loucura;
– à Pura – à Inês, por ter embarcado nesta aventura comigo, sem hesitar;
– a todos os Pernas Finas – que gostavam de ter ido e por alguma razão não foram, mas mesmo assim me apoiaram à brava.

Obrigada, a todos, de coração.

Posso dizer que a minha cabeça fervilha com ideias. Esta foi apenas a primeira de muitas experiências. Não perdem por esperar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *