img_3806

Estou sempre a dizer que gosto muito do meu corpo como está, que não gostava de trocar de corpo com ninguém. É verdade, juro que sim. Mas às vezes gostava de passar pela sensação de ser magra. Mesmo magra. E podem começar a dizer: olhem que ingrata, ãh? Não tem razões para estar contente, quer ver? Eu tenho. Eu sei que tenho, mas o que querem que faça? Este desejo ainda não saiu de dentro de mim. Porém, eu acho difícil ficar (muito) mais magra do que estou hoje em dia. Porque eu sei que teria de ser 100% rigorosa com alimentação e eu nem sempre sou. Não era passar fome. Era comer só aquilo que me faz bem (e eu gosto demasiado de comidas más). Também porque os treinos que eu faço me ajudam a ter esta constituição, que não é propriamente estreita. Preciso de algum arcaboiço para pegar em barras e cenas. Por isso, acho que não conseguirei (muito) mais do que isto. Ou menos do que isto, para ser mais exata. Aqui já não se trata do peso, ou pelo menos eu tento que não trate. Trata-se antes das imagens que por vezes me aparecem na cabeça. Como seria eu muito magra? Porque nunca fui, não faço ideia de como seria. Talvez nem gostasse de me ver assim, sei lá. Sei, ao dia de hoje, que, apesar de querer sempre melhorar, isto já está tudo bastante bem. E, mesmo continuando a querer muito uma série de coisas, nada mais é importante do que saber o que não quero voltar a ser. Porque lá eu já estive. Muito tempo. Não quero (mesmo) regressar. Talvez seja para sempre assim. Não me poderei queixar.

2 Comments on Ser magra

  1. Por vezes tenho o mesmo tipo de sensação, não estás sozinha. Honestamente, acho que mesmo passando fome, algumas pessoas não têm constituição para ser magra como se vê nas revistas e há que saber lidar com essa realidade.
    Em contrapartida, dizerem que os homens preferem as moças muito magras é um mito, o que é por si uma boa razão para manter algumas “redondezas” 😛

  2. Como eu me revejo nestas palavras! Continuo a olhar para o futuro com muitas expetativas e vontade de emagrecer… Mas a minha certeza é que não vou voltar ao passado e engordar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *