image

Perguntou-me no outro dia uma leitora: o que te motiva, Perna Fina? Eu pensei durante alguns segundos antes de responder. Podia dizer que ter saúde é o mais importante neste processo todo, porque é, efetivamente, mas o que mais motiva é sentir-me uma miúda gira. Gira na medida em que posso vestir o que me apetece, sem me sentir ridícula. Gira com um biquíni, sem achar que tenho a praia toda a olhar para mim, por motivos que são tudo menos simpáticos. Gira, de cabeça arrumada, orgulhosa de mim, do meu esforço de todos os dias e da imagem que apresento. Porque nem sempre me senti assim. Porque nem sempre coube numas calças comuns, de uma qualquer loja de centro comercial. Porque tive muita dificuldade em encontrar umas botas de cano alto que me servissem nas pernas. Porque nunca fui a miúda gira que queria ser e agora sou [ou me sinto]. E podem achar que caí de cara num caldeirão de pouca modéstia, mas não. Isto é só o que agora sinto por mim e não tenho pudor nenhum em assumir. Adoro estar mais saudável, adoro saber-me mais leve para aguentar os treinos que faço todos os dias, gosto mesmo muito disto tudo. Mas perdoem-me os mais indignados quando digo que o que mais me motiva é vestir uns calçõezinhos de ganga, uma blusa branca e uns ténis e poder sentir-me, simplesmente, uma miúda gira.

11 Comments on O que me motiva?

  1. A Joana tem toda a razão, de querer e gostar, de se sentir assim… Eu já estive como a Joana com peso a mais e consegui chegar à tranquilidade de vestir o que queria sentindo que tudo estava no devido lugar, mas com a minha primeira gravidez deitei tudo a perder e o caminho para voltar a encontrar o meu corpo está a ser mais duro que nunca.
    Espero voltar a ter esse sentimento assim como o de que estou Linda. Beijinho grande e continue a ser a nossa inspiração

  2. Muito bem Perna Fina…..não se importe com a opinião dos ciumentos, dos invejosos e dos que não têm coragem ,de não assumir que não conseguem, porque tudo na vida para melhorar requer muitooooo ….esforço fisico e mental.
    Portanto temos de estar predispostos a mudar , para isso teve de se esforçar muitoooooo…mesmo !
    Desde que valha a pena para si, , já ganhou a essa corrida, certo?
    Gostar de se ver com uns calções e uma tishart e o umbigo a espreitar , e o espenho a dizer-lhe …estás bem , vale tudo, tem idade pra isso e muito mais……
    Beijinho e continue
    Aprecio muito a sua força de vontade……

  3. Não tem que sentir que pode não agradar , amo ler tudo que escreve é a pura realidade como eu gostaria de poder dizer o mesmo , tantas vezes penso quem me dera poder vestir um vestido sem pensar qual (porque nem todos me ficam bem as blusas tem que ser larguinha para esconder a barriga ! Muito bem continue assim está muito linda mesmo !?????

  4. Não alcancei essa motivação mas se tivesse nesse ponto de auto estima, sei que me sentiria exactamente da mesma forma! Vestir uns calções, uma tshirt e uns ténis sem que esse processo de escolha da roupa seja penoso…é algo que quando se consegue significa muito. Quero muito…mas a minha mente tem sido fraca ao longo deste ano ? É uma luta diária que requer muito esforço e que só alguns entendem…obrigada por descrever tão bem o que sentimos diariamente nesta luta por um corpo saudável e giro! Bjs

  5. Olá Perna Fina! É só para partilha que nos últimos meses perdi 17kg. E o meu principal objectivo foi exactamente esse,poder vestir o que quero e comprar onde bem me apetece. Confesso que ainda estou na fase de achar que tudo me fica mal,que ainda sou gorda,mas ando a trabalhar nisso. 😉

  6. Sentirmo-nos bem connosco também é saúde, aliás, eu diria que é essencial à saúde, à nossa saúde mental. Ser saudável está sempre subjacente, mas é claro que nos queremos sentir bem, bonitas, de vestir as roupas que gostamos, que vemos nas montras. E se te sentes gira, é gritá-lo aos 7 ventos. Até porque estás.
    Eu também vou ao ginásio para me ver da forma que quero. E acho que é perfeitamente normal.
    Força aí!

    http://embuscadafelicidade.blogs.sapo.pt/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *