13592792_1094659457239863_1904874447209627348_n

O verão chegou. Haja Deus. Os dias de praia também. Hoje vivo estes dias com maior alegria, porque, finalmente, me sinto confortável com o meu corpo. Já escrevi algumas vezes que houve anos em que não pus o pé na praia, por não me sentir bem comigo. Chamem-me fútil, digam que dei mais importância a isto do que devia, mas, a verdade, é que o meu mal estar em relação ao meu corpo me comprometia a muitos níveis. Mas bom, isso passou e agora tenho tentado usufruir ao máximo de bons momentos.

O que me leva a escrever este texto, prende-se com aquilo que levo para a praia, para comer ao longo do dia. Normalmente, enfardamos sandes. Sandes com recheios mais ou menos saudáveis, essa não é a questão. A questão é que quem está num processo de perda de peso não pode, ou não deve, comer quatro pães por dia, mais não sei quantas peças de fruta, mais o gelado ou a bola de berlim da praxe. Posto isto, apresento-vos algumas alternativas, que se relacionam muito com o que tenho feito para mim.

1.º Uma garrafa de água ou de chá sem açúcar, no mínimo um litro e meio: vale a pena falar da importância de nos mantermos sempre, sempre hidratados?
2.º Uma refeição principal: frango cozido/grelhado ou atum enlatado, misturados com vegetais cozidos ou crus. Esta é uma boa altura para experimentar novos legumes/vegetais, para os temperar com diferentes especiarias ou ervas. Podem juntar ovo cozido, mas atenção ao calor. Eu prefiro temperar a salada na hora de a comer. Levo sempre uma pequena garrafinha de vidro, que vou enchendo com azeite, alho em pó e um pouco de sal e pimenta.
3.º Um ou dois lanches, para comer a meio da manhã e a meio da tarde: cenouras cruas, gelatina, frutos secos, fruta fresca, atum, salmão fumado, ovo cozido, tortilhas de milho… É importante não juntar hidratos: uma peça de fruta e um pão não saciam tanto como uma porção de atum e uma maçã, por exemplo. Umas tiras de cenoura crua e um ovo cozido, também são uma boa opção.
4.º Um gelado, uma bola de berlim, uma bolacha americana, o que for, num dos dias da semana. Fazer uma semana de praia e comer uma bola de berlim todos os dias, vai dar asneira da grossa. Se um dia vos apetecer muito, muito, muito, comam, mas depois certifiquem-se que estão, pelo menos, 4 ou 5 dias sem voltar a comer.

Doutra forma, correm o risco de engordar uma mão cheia de quilos. Aconteceu-me o ano passado, nas férias de verão. Andei várias semanas a recuperar dos estragos. Não tanto a nível físico, muito mais a nível emocional, por me ter permitido a comer tanto, tantas vezes. Depois, curtam o mar, o sol, as amizades, o tempo em família. Beijem e abracem quem mais gostam e sejam felizes. O verão acaba sem darmos por isso, mais vale aproveitá-lo bem.

2 Comments on O que comer na praia?

  1. Que exageros cometeste o ano passado para tares essas semanas todas em recuperação? Comer tanto tantas vezes,como assim? Só para ter uma ideia do que falas..
    Eu costumo abusar dois dias por semana… :/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *