Eu nunca tive jeito para tudo o que as miúdas da minha turma tinham. Tipo rodas e pinos e merdas dessas. Nunca fui capaz. Para o CrossFit, preciso de uma série de movimentos gímnicos, que incluem pendurar-me em argolas e mais uma porradona de coisas nas quais sou uma absoluta nulidade. Posto isto, decidi começar a frequentar umas aulas de ginástica. Estas aulas têm como objetivo aperfeiçoar diversos movimentos, tornar-me mais flexível e, estou cheia de esperança, fazer de mim uma miúda mais delgada e forte.

Hoje foi a primeira aula. Começou por ter de se rodar o pescoço, os ombros, os braços. Depois vieram as pranchas e uns movimentos que me começaram a fazer suar. Até aqui tudo bem. O que se seguiu é que foi um vê se te avias, Perna Fina. Estão a ver aquelas estruturas metálicas em que as crianças rodam sobre o seu próprio corpo? Pois. Eu também nunca fui capaz de tal habilidade. And, guess what? A aula de ginástica teve esse movimento como objetivo.

Tenho um equilíbrio semelhante ao de um bebé a dar os primeiros passos, por isso, a dificuldade começou logo em equilibrar os dois pés em cima duma bola medicinal, enquanto me pendurava nas argolas. Seguiu-se a instrução de contrair os abdominais e os glúteos e, após tudo isso, fácil, fácil, elevar o rabo e levar os joelhos ao peito, ficando em posição de quem se vai fazer rodar, qual artista de circo.

O que seria, o que seria? Então em miúda eu não fazia nada disto e era agora, acabadinha, prestes a fazer 30, que a coisa se ia dar assim à primeira? O professor, amoroso, lá me deitou as mãos às costas e fez de mim o que quis. Eu só fechei os olhos e rezei, tal era o receio de me esbardalhar dali abaixo.

Serviu a parte final da aula para eu me esticar toda. Sinto-me uma mulher nova. Estou, p’raqui toda alongadinha. Portanto, o saldo é positivo. Tão positivo que para a semana vou voltar. Que isto de ser persistente é algo a que me ando a habituar e, até agora, tem resultado bastante. E qualquer dia, é ver-me por esses parques infantis fora, a rodar sobre mim mesma, como nunca. Tenho dito.

2 Comments on Perna Fina vai à Ginástica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *