Desde miúda que me sinto mal quando está para me aparecer o período. Sempre morri de dores em todo o lado: nas mamas, na barriga, nos rins. Há meses em que o período é quase uma doença. O feitio fica pior ainda e a minha sensibilidade nem se fala. É um mal estar geral. Para além de todas as maleitas associadas a esta fase do mês, desde sempre que me sinto enorme. Enorme, inchadíssima. Sinto-me sempre uma pequena grande orca, a deambular pelos dias da melhor forma que posso. Sempre, sempre, senti isto e continuo a sentir, mesmo tendo menos 20 quilos. Sim, porque às vezes achava que me sentia mal por ser gorda, mas, neste aspeto em particular, não era mesmo por isso.

Os sintomas começam na semana antes do aparecimento da coisa e, por essa altura, a minha vontade é de partir tudo à minha volta, incluindo a cara de algumas pessoas. Acho que fico agressiva de tal forma, que chego a ser perigosa. Sei que há mulheres que não passam por esta metamorfose mensal. Tenho amigas que acham que isto são apenas macaquinhos que tenho no sótão. Mas bolas, será que os malditos dos primatazinhos decidem chatear-me sempre na mesma altura do mês? Não. É mesmo físico ou hormonal ou o caraças.

Bem, isto para dizer que gostava muito de me isolar do mundo nestes dias. Fechar-me num sítio qualquer a esperar que isto passasse. Tipo fera enjaulada, que acordava só para comer. Ou nem isso. O ideal era mesmo dormir durante três ou quatro dias, num sono profundo, regenerar as entranhas e depois acordar, fresca e fofa, pronta para enfrentar mais um ciclo disto que é ser mulher. Mas bom, como isso não vai acontecer, os dias que se avizinham serão, como sempre, uma luta permanente entre mostrar uma boa cara ao mundo ou mandar o mundo à merda. Farei o melhor que puder.

8 Comments on Estou enorme!

  1. Sofro exactamente do mesmo problema, mas a mim é na ovulação. Nessa altura fico mesmo insuportável, tudo me chateia e não é preciso muito para haver discussão (o boy já sabe e dá-me um desconto gigante nesta altura), e o pior é que tenho noção disso, mas não consigo evitar.

  2. Vómitos, febre, dores musculares (principalmente nas pernas), cólicas, dores de cabeça…ah e as vezes que tinha que faltar ao trabalho?

    É uma doença!!! E os sintomas só estabilizaram quando comecei a tomar a pilula, à relativamente pouco tempo lembrei-me de não a tomar e ia morrendo de novo.

  3. Sofri do mesmo durante anos. Depois descobri que as minhas dores deviam-se a quistos e depois de um estudo hormonal e com a pilula certa concertou tudo. Tirou pelo menos as dores mais fortes e controlou muito mais tudo o resto.

Deixe uma resposta para Frutinha Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *