Miúda, eu sei que tu achas precisamente o contrário, que a vida e os outros te fazem acreditar noutra verdade que não esta, mas lê bem o que te escrevo: tu és um espanto. Leste bem? Lê em voz alta, por favor: tu és um espanto.

Sei que achas que sou doida, que não estou a ver as coisas como elas são, mas eu estou mais consciente que nunca. Não há nada de errado contigo e está na altura de perceberes isso e de te agarrares a esta ideia com unhas e dentes.

Porque eu sei que tu passas a vida a esconder o teu corpo. Usas roupas mais largas, evitas as lojas, as idas à praia são um martírio e que até já te inscreveste num ginásio, mas, chegas lá, vês aquelas boazonas e perdes a vontade de voltar.

É, eu sei que isso se passa contigo. Sabes porquê? Porque se passou exatamente o mesmo comigo. Já para não falar de todos os rapazes que amei, ou julguei amar, e que nunca olharam para mim por eu ser gorda. Para eles, eu era tudo menos uma opção.

É por eu saber o que se passa contigo, que te escrevo esta carta. Quero que a leias com toda atenção, porque julgo que pode ser determinante para a tua vida a partir daqui. Lê bem: tu não vais ser gorda para sempre.

Agora estás a duvidar de mim outra vez, não estás? Eu sei que sim, mas continua a ler. Tu não vais ser gorda para sempre se assim o desejares. Se tu puseres na tua cabeça que vais mudar, garanto-te, nada te irá impedir.

Mais: não precisas de passar fome, mas precisas de comer bem. Não precisas de estar dez horas num ginásio, mas vais ter de levantar esse rabo do sofá. E, à medida que os dias forem passando, a mudança chegará.

Posso garantir-te, que os tempos que se seguem à mudança são muito bons. A tua confiança aumenta tanto. A forma como encaras o dia a dia torna-se muito menos pesada. É tudo mais leve. Tu serás mais leve e não apenas em cima da balança.

Depois, vais querer continuar a ser cada vez melhor. As roupas serão mais justas, as lojas não te meterão medo e as idas à praia serão puro prazer. Porque tu, miúda, sempre foste um espanto. Esse estado sempre esteve dentro de ti.

E agora que já sabes a verdade sobre ti, por favor, deixa que toda a gente a veja também e não percas mais tempo. Começa, aos poucos, a trazer pequenas mudanças para a tua vida, torna-a melhor, torna-te melhor. Melhor que nunca.

Deixas-me pedir-te uma coisa? Só uma! Acredita nisso. Acredita em ti. Começa a mudar agora, não na próxima segunda, não no próximo mês. Muda agora. E não deixes, nunca mais, que te façam duvidar do que és: um espanto.

7 Comments on Miúda, tu és um espanto!

  1. Ó miúda Perna Fina, tu também és um espanto, na maneira inspiradora com que escreves e a maneira brincalhona com que ajudas os outros.

    Obrigada. Obrigada por te dares ao trabalho de partilhar estes teus tão profundos devaneios, que nos alegram o dia, só de ler.

    Agora a sério, hoje achei que devia comentar e não só ler e rir ou ficar a pensar.
    Sou uma seguidora regular deste blogue, pr’aí desde Setembro ou Outubro. Já andava farta de ver a balança a subir e não ter coragem para o mudar.

    Mas desde então, eu mudei, com a tua inspiração e a de uma nutricionista amigona, 12 quilos depois sinto-me outra. Sou a mesma, mas tenho outra energia, outra filosofia de vida, acredito e gosto mais de mim.
    Obrigada, simplesmente obrigada.

  2. Está brutal! Não só dá incentivo à quem precisa como para quem quer continuar ou para quem está numa fase em que lhe dizem “já chega tas muito magra” quando antes achavam que eras uma foca ! Parabéns ! Já sigo o blog a alguém tempo mas foi dos melhores post colocados ! Gostava de falar contigo em privado! Beijinhos

  3. Olá!!! Estou com a Cat, ler este texto todos os dias…
    Quero mesmo acreditar que sou capaz e que me vou livrar destes 25kgs. Mas… “raisparta” o MAS… 🙁
    Obrigada pelas tuas partilhas! Beijinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *