O que é que o Pai Natal me deu? O que foi, o que foi? Dois malditos quilos. Dois. Fui à consulta e a doutora Catarina pôs-me de castigo (e eu a dizer que não desmarcava consultas porque ninguém me poria de castigo). Dois quilos. É um facto. São dois, na verdade. Dois factos que se alojaram em todo o meu ser: mamas, anca, rabo, barriga. Dado o cenário, o meu plano sofreu algumas alterações. Nada de detoxs, ãh: menos farináceos, menos frutas, mais água, nada de frutos secos, mais proteína. É isto, mais coisa menos coisa. Mais uma vez o meu corpo me provou que das duas uma: ou eu me mantenho certinha no meu caminho ou de Perna Fina terei apenas o nome. Mas não. Eu sempre fui uma miúda ajuizada, vou voltar a entrar nos eixos e mandar estes quilos para o raio que os parta. Daqui a quinze dias voltamos a este assunto. Tenho dito.

7 Comments on Dois quilos

  1. Joana, dou-lhe os parabéns pela honestidade. Imagino que seria tão fácil para si não escrever este post, fingir (para os seus leitores) que não tinha nada ganho esses dois quilos, não o admitir publicamente. Muito obrigada por ter escolhido revelá-lo; acho-a uma inspiração, sobretudo por achar o seu blog tão verdadeiro; o caminho (para o que quer que seja) é sempre feito de altos e baixos!

    Espero que seja super feliz, acho que merece 🙂

  2. Como regra geral, uma pessoa nao-ativa precisa diariamente de 12 calorias por cada meio quilo para manter seu peso atual. Assim, uma pessoa com 68 quilos que nao e ativa exigiria 1800 calorias por dia para manter seu peso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *