12466025_1124029387607340_2746408800042323958_o

Estão a ver aquelas debulhadoras que lavram os campos de cereais, que varrem tudo por onde passam? Foi o que fui na última semana. Uma pequena grande debulhadora, que enfardou até mais não. Andei tão contentinha da minha vida, meu Deus. Alguns dirão: anda aqui o tempo todo a pregar isto e aquilo sobre comportamento alimentar e quê e agora vem p’aqui dizer que comeu sem parar? Que fraude. Eu aguento. Comi tudo o que me apeteceu sem me preocupar [muito] se ia engordar ou não. Porque noutros tempos, num dia como o de hoje, eu estaria a fazer mil e uma promessas, que passavam por passar uma fome dos diabos a partir de amanhã, num disparate pegado e com uma desistência próxima na certa. Estaria prestes a começar uma nova dieta. Em vez disso, sei que amanhã volto à minha alimentação de todos os dias e aos treinos de Crossfit. Sei que, mesmo que tenha engordado, o meu corpo voltará a si num ai. Porque agora me preocupo mesmo com ele. Porque agora já não o sujeito a restrições doidas. Só o nutro, com tudo o que precisa, e lhe dou umas tareias valentes. É por isso que, de vez em quando, posso ser uma pequena debulhadora. Não todos os dias. Só alguns.

1 Comment on Pequena debulhadora

  1. estamos juntas , o Natal/Pda deixou de ser dois dias e passou a ser duas semanas! comi PÃO até perder de vista ! amanhã é dia de apertar o aparelho e a fome desaparece.. #delgadinhaparaocarnaval

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *