Pois que achavam que eu me tinha esquecido disto, não? Andei meses a apregoar um jejum fofinho e depois não falávamos mais nisso? Na na na na. A verdade, é que parei com esta coisa da contenção. Em conversa com a minha doutora, nas consultas de reeducação alimentar, percebi que não vale a pena ser tão dura comigo, que posso comer coisas que me saibam bem de vez em quando. Fui comendo de forma muito controlada. Por isso, posso dizer que cheguei ao Natal exatamente como queria: delgadinha na medida certa, na minha melhor forma física de sempre. Termino 2015 como queria e sinto-me feliz por isso. Nem imaginam os meus planos para 2016. Mais dia, menos dia, conto tudo. Prometo.

1 Comment on #delgadinhaparaomeninojesus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *