Eu nunca estive zangada, sabes? Nunca. Só achei que talvez fossemos muito diferentes e por isso afastei-me. Mas eu, lá no fundo, apesar deste meu mau feitio e deste aparato todo que monto à minha volta, tenho um bom fundo. E eu sei que sabes disso. Eu sei que sabes que o tenho e sei que também o tens. Por isso, queria só dizer-te que está tudo bem. Sempre esteve, mesmo que achasses que não. Talvez eu não estivesse a saber resolver algumas coisas dentro de mim, sobre ti. Mas depois chegou o Natal e o meu coração encheu-se de amor. Eu deixei que transbordasse, até chegar a ti. Está tudo bem, ok? Está tudo bem.

1 Comment on Amor no coração

  1. Obrigada! De todo o coração. Inúmeras vezes me questionei qual o motivo de não ter direito a um lugar no teu coracao e de que modo as nossas saudáveis e desejáveis diferenças tornavam a equação impossível. Havendo amor, estima e respeito tudo se conjuga e harmoniza. Agradeço sinceramente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *