Quando estou constipada perco logo o apetite e aproveito isso, confesso. Já me chegam todos os apetites que tenho nos outros dias todos. Deste dia cinzento passado em casa, valeu-me um chá paquistanês maravilhoso, oferecido por uma aluna, sob o mote: É um presente para a Joana não engordar. Isso e dormir muito, que é um mal de que me queixo durante a semana. Por isso, nem tudo foi mau. Não fossem os milhões de lenços ranhosos e uma dor no peito que se assemelha às dentadas de cinquenta cães em simultâneo e teria sido um dia perfeito, perfeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *