fotografia (6)

Olhar para esta fotografia, tirada no jantar de Natal do colégio, há três anos, lembra-me a Joana que fui. O exterior podia não ser o mais bonito e elegante do mundo, mas o interior estava bem pior. Garanto. Por isso, não posso deixar de olhar para esta Joana do passado sem deixar de ficar profundamente orgulhosa do meu crescimento.

Por fora o meu corpo mudou muito: foram vinte os quilos perdidos O corpo que tenho hoje é um corpo muito diferente do que me habituei a ter e a ver todos os dias da minha vida. Tanto que, às vezes, ainda me custa a reconhecer este corpo como meu. É admirável como mudou. Mudou tanto. Eu mudei-o tanto.

Por dentro, foi como se tivesse engolido cada uma daquelas lantejoulas e tudo em mim fosse brilho e esperança em dias cada vez melhores. Em vivências mais autênticas. Em conquistas sólidas. Em gargalhadas soltas e cheias de fé.

Olhar para esta fotografia faz-me ter a certeza de que fui capaz do que muitos duvidaram. Tu nunca serás magra! Esta sensação de vitória sabe-me a pato. Mais que isso: esta sensação de vitória faz-me acreditar, com todas as forças, de que sou capaz de quase tudo o que eu quiser. Mesmo.

6 Comments on Jantares de Natal

  1. E assim se vê o que faz a força de vontade, uma dose de motivação e a plena consciência que tudo depende de nós… Muitos parabéns pelo caminho percorrido! E nunca se esqueça: A ti te deves tudo! Só assim poderemos estar para os outros.

  2. espero que em 2015 eu posso escrever um texto e nesse texto colocar ja não sou mais um plano falhado um dos elogios mais gratificantes que me fizeream adoro o teu blog joana =) continua estas mt gira e toda bem disposta 😉

  3. És uma grande inspiração para mim, sabes? Não te conheço mas quando leio o que escreves acho sempre que se nos conhecessemos nos iamos dar muito bem de certeza.. =)
    Gostava de conseguir voltar para os carris e voltar a perder peso e nunca mais o ganhar! Estou numa fase em que não me consigo focar e olhar-me ao espelho é a coisa mais desmotivante…mas hei de chegar lá de novo! Obrigada por escrveres para todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *