feliz-natal-desejos-votos-amizade-amor-famc3adlia_0

São às dúzias, todos os anos, os jantares de Natal. À medida que vamos crescendo, e que vamos acumulando gente de diferentes sítios e fases da vida, as celebrações natalícias vão aumentando. E, às tantas, sem darmos muito bem por isso, temos 137 jantares hipercalóricos seguidos, que nos fazem alargar um bocadinho. Pois que, como ninguém quer isso, decidi fazer uma lista de procedimentos indispensáveis à sobrevivência desta catástrofe, que são os jantares de Natal.

[sem nenhuma ordem hierárquica]

1.º Fazer refeições leves durante o dia, já chega o que vamos enfardar à noite.
2.º Evitar o álcool, que, para além de subir à cabeça, tem montanhas de calorias.
3.º Fugir dos buffets, optando por doses individuais. Comemos aquilo e pronto.
4.º Dançar a seguir ao jantar. Se não queimar nada, sempre ajuda na digestão.
5.º Acolher os legumes com tanto carinho quanto acolhemos as batatas fritas.
6.º Recusar a sobremesa. Já basta a carcaça que devorámos com o paté de atum.
7.º Comer um pequeno snack antes de ir para o jantar, para não irmos esganados.
8.º Ignorar os comentários alheios: “Então, é hoje que te estragas?” É cagar nisso.
9.º Escolher uma roupa que gostemos, que nos lembre a razão de nos mantermos na luta.
10.º Aproveitar o momento para ser feliz, sempre junto de quem nos quer bem. Se não for assim, mais vale ficar em casa a beber um chá quente, no sofá, a curtir a época.

6 Comments on Como sobreviver aos jantares de Natal?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *