Querida Joana,
Desde que comecei a ler o seu blogue que dois pensamentos me surgiram: o 1.° foi que finalmente alguém tem um bloque e sabe, efetivamente, escrever. Com isto quero dizer que adoro a sua ironia e a conjugação de algumas palavras só por torná-las mais próximas da palavra falada. Além disto, uma boa escritora não só cativa pela sua escrita, como principalmente acompanha os leitores que, durante o dia-a-dia, se questionam: o que será que a Joana escreveu hoje?

O meu 2.° pensamento foi que a Joana é muito honesta e escreve para pessoas reais. Fala sobre a sua relação com a comida, as suas aprendizagens pelo caminho, a sua luta por aprender a gostarmos de nós próprios em primeiro lugar (Que é sem dúvida o mais importante. Como podemos gostar/cuidar do outro se não o fazemos a nós mesmos?) Posto isto, adoro a sua jornada, o carinho e a dedicação que tem aos seus alunos e, naturalmente, tudo conjugado para uma vida mais saudável, mais feliz.

Obrigada por continuar a falar sobre nutella (adorei ser este o presente de Natal para si própria), sobre francesinhas e milka e não ser daquelas pessoas que, como a própria Joana já disse, procuram soluções rápidas e dietas milagrosas e um “emagreci 20 quilos num mês e nunca mais como açúcares ou HC”. A propósito, muitos parabéns. É sem dúvida um marco incrível. Os seus hatters devem estar a roer-se de inveja.

Bolas, acho que me alonguei demais. Peço desculpa. Acrescento só mais uma coisinha: estarei à espera do seu livro. Muita Força até ao Natal e todos os meses seguintes. Como a Joana já sabe: vale meeeeesmo a pena ser saudável.

Um beijinho de quem muito a admira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *