joelho

Há mais de um mês, magoei-me a fazer wallballs. A seguir aos burpees, os wallballs são o meu ódio de estimação do CrossFit. Magoei-me porque fiz mal o movimento e, por isso, torci o joelho direito. Andei a coxear uns dias. Subir e descer escadas era doloroso. Entrar no carro era um martírio. Ignorei a dor, porque eu sou uma mulher à séria (ou parva, só).

Toda a gente me dizia para ir ao médico, que a dor estava ali há tempo demais. Mas eu não ia nem por nada. Na sexta-feira passada, num torneio de basquete com os meus alunos, senti uma dor tão aguda que tive mesmo de considerar uma ida ao sr. doutor. Ontem fui. O que eu tinha era um ligamento todo torcido e fora do sítio. Com um puxão, que me fez ver estrelas, ficou tudo direito outra vez.

Moral da história? Podia ter evitado um mês de dor e de treino condicionado, se não fosse tão teimosa e se ouvisse quem me quer bem com mais atenção. Mais: o CrossFit não é perigoso. Sim, claro que ouvi umas quantas bocas por andar a coxear. Claro que a culpa foi dos treinos malucos que eu faço. NOT. A culpa foi minha, mesmo. Mas já está resolvido e não se fala mais nisso. Ok?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *