Não tens vergonha de pôr na internet uma foto tua de quando eras gorda? Aquela pessoa da fotografia sou eu. Aquela pessoa da fotografia, que tinha excesso de peso, que não gostava de ir à praia, que comia para compensar, que era triste, sou eu. Ok, agora eu já não tenho peso a mais. Sou capaz de treinar cinco vezes por semana e caibo numas calças 36 da Zara ou da Mango. Sim, existem em mim muitas diferenças, mas todas essas melhorias não apagam o meu passado. Não apagam todas as lembranças que tenho. E ainda bem. Porque enquanto eu tiver memória, vou querer lembrar-me do que vivi. Tenho vindo a aprender uns truques, que me ajudam a transformar a angústia e a tristeza em força e determinação. Por isso a resposta é NÃO. Não tenho vergonha nenhuma daquela fotografia. São documentos daqueles que me dão a certeza de que todo o esforço vale a pena. Sempre.

4 Comments on Não tens vergonha?

  1. Joana, tenho-te acompanhado através do teu blog há já uns tempos, apesar deste ser o primeiro comentário que te estou a deixar (prometo fazê-lo mais daqui em diante!).
    Tenho gostado muito de ir sabendo desta tua nova vida, dos teus avanços e recuos, das tuas lutas, das conquistas e, sobretudo, da tua honestidade naquilo que decides partilhar.
    Transpareces determinação! Fico contente por ti! Um grande beijinho, Sílvia Caçador (se é que ainda te lembras! 😉 )

  2. Boas

    Não sou acompanhante do teu blog(no entanto conheci-o através do NIT) mas admiro a tua força e coragem.

    Aquela força capaz de agarrar a corda nos momentos que o poço parece tão fundo como o nosso imaginário, por vezes não é fácil, e menos fácil ainda deve ser o facto de o expor publicamente.

    Estas de parabéns, continua assim….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *