Ter amigas magras, que não sabem o que é andar com o botão das calças desapertado é muito, muito difícil. São amigas que estão habituadas a ser giras, podendo comer este mundo e o outro, sem grandes preocupações. E, por isso, roçam na ideia de que eu posso viver a minha vida alimentar com a mesma leveza que elas.

Este domingo foi a loucura: churros com nutella, uma bolinha de gelado do Santini e, ao jantar, um prego em bolo do caco de bradar aos céus. Quando acabámos o prego, prometemos que junho e julho iam ser meses mais controlados, que íamos abusar, no máximo, em duas refeições por semana, ao fim de semana, e que nos esforçaríamos por evitar as sobremesas. Depois lembrámo-nos que faltam poucos dias para os Santos Populares e… Bolas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *