O verão é uma tragédia alimentar. Todas as minhas hormonas palpitam por uma esplanada e alguns raios de sol. Este meu apetite não seria problemático se me ficasse pela Vitamina D. Há aquelas pessoas estranhas que dizem que perdem o apetite com o calor e que comem só uma saladinha e um suminho de fruta. Eu só penso em caracóis, amêijoas, pregos no pão, choco frito, gambas com alho e mais uma porradona de coisas, que, assim de repente, nem vale a pena enumerar (ou vou começar a babar-me para cima do teclado). Estes petiscos também me apetecem no inverno. Eu sou lá pessoa para dizer que não a um camarão frito em pleno mês de dezembro?! Mas no verão, com o sol, com os dias grandes, com as roupas leves, há pouca coisa que me apeteça mais. E a minha luta começou no fim de semana passado, em Sesimbra, com uma sapateira, a melhor musse de chocolate de sempre e uma bola de berlim.

1 Comment on O verão deixa-me cheia de calor (e não só!)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *