Apaixonei-me de tal forma p’lo CrossFit, que abandonei as corridas. Este fim de semana voltei a correr. E senti-me tão, tão bem! Quando comecei o treino, achei que não ia aguentar muito tempo, mas acho que fiz um bom trabalho. Não sei as distâncias, mas sei que fiz dois treinos de 40/50 minutos.

Tal como há uns tempos atrás, voltei a constatar que:
1.º Gosto de correr com o cabelo solto. O cabelo apanhado faz-me sentir presa.
2.º Gosto (mais) de correr sozinha. Vou caladinha, a pensar na minha vida e a traçar novos objetivos.
3.º Prefiro correr sem música. Adoro ouvir o meu coração a bater, cada vez mais rápido, como se acompanhasse os meus passos certeiros.
4.º Faço questão de correr em sítios arejados. Correr no meio dos carros ou de muitas pessoas atrapalha-me o sistema.
5.º Corro melhor quando escolho bem as calças que visto. A verdade, é que estou a precisar de renovar o meu stock de roupas de treino. Tenho tudo a cair-me. Correr e ter de puxar as calças ao mesmo tempo dá um trabalhão.
6.º Correr dá-me uma sensação extraordinária de liberdade, impagável, e quando termino parece que me sinto imediatamente mais magra.

O mais engraçado nesta história toda das corridas, é que, há uns anos, eu dizia que correr por correr era a coisa mais estúpida de sempre. Ainda se se corresse atrás duma bola…, dizia eu. Sabia lá eu o que andava a perder.

corrida-claudinha-stoco-4

A boazona da imagem é pura inspiração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *