Chegou o último mês do ano e eu mal posso acreditar nisso. Tenho a sensação que este ano passou depressa demais. A verdade, é que olho para trás e não consigo deixar de me surpreender com as mudanças que 2014 trouxe para a minha vida. Alguma vez pensei que este ano seria assim?

Comecei a mudar a minha alimentação sozinha, procurei ajuda médica para emagrecer e emagreci. Comprei uma casa a dois, separei-me e a casa lá ficou. Deixei as passadeiras do ginásio e inscrevi-me no Crossfit, o desporto dos duros. Tive um acidente que me ia matando e comprei um mega carro novo. (O meu também já estava a precisar de reforma.)

P’lo meio de tudo isto, fiz um curso de blogues e conheci imensa gente nova e cheia de ideias. Reforcei algumas amizades e abandonei outras, que se revelaram sem pernas para andar. Reaproximei-me dos meus, daqueles que me querem realmente bem e que nunca me abandonaram. Acima de tudo, passei a respeitar a mulher e a pessoa que sou.

Eu sou lamechas e adoro romancear tudo o que se passa à minha volta, mas estou em crer que tudo isto me aconteceu, em parte, por ter deixado existir em mim A Perna Fina. Esta Perna Fina que vive dos impulsos, dos desejos, da vontade de se superar. De ser, a maior parte do tempo, absoluta e genuinamente feliz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *