O tempo anda p’ra lá de mete-nojo e as pessoas continuam a conduzir como se o piso estivesse seco e o sol brilhasse como em pleno mês de agosto (não o agosto deste ano, diga-se).

Hoje um engraçadinho achou por bem ultrapassar-me à campeão. É óbvio que o tipo não sabe que há 2 meses eu tive um acidente brutal e eu até percebo que se ache no direito de investir contra mim e contra o meu carro.

Mesmo assim, eu gritei-lhe alto e em bom som: Eu juro que se me provocas um acidente por seres irresponsável eu saio do carro e arranco-te os dentes um a um. Ele não me ouviu, visto os vidros estarem fechados porque chovia torrencialmente. Então eu gritei outra vez.

Aliviei a alma e segui o meu caminho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *