Mês: outubro 2014

Maldita preguiça

É muito fácil voltar aos hábitos antigos. Quando sou consistente, correr, por exemplo, começa a fazer parte do meu dia-a-dia e quase me esqueço de como era preguiçosa. Se fico uns dias sem “fazer nada”, começo a sentir-me mal comigo própria e, em vez de contrariar logo aquela inércia, ponho-me “mimimi, mimimi” e quando vejo passaram semanas.

Foi o que aconteceu no último mês. Tive o acidente, que me trouxe muitas dores de costas e de pescoço. As dores foram passando e eu continuei confortavelmente sem me mexer. Todas as semanas a minha (querida) doutora me perguntou: “Joana, as corridas? Já voltou às corridas?” Eu, com a cara no chão, disse sempre: “Ainda não, doutora!”

Hoje levantei-me cedo e pus pernas a caminho. Não corri. Andei em passo acelerado, durante 45 minutos. Deu para suar e para fazer bater o coração. Porquê hoje? Porque na sexta me fui inscrever numa box de Crossfit. E eu tenho cá para mim que se fosse fazer uma aula daquelas assim a seco, depois de semanas parada, era bem capaz de falecer.

Maldita preguiça, que à vezes (ainda) se apodera de mim! Xô, xô daqui!

O príncipe e a macaca dos seus sonhos

(Como hoje esteve tempo de praia, lembrei-me deste texto que escrevi há algum tempo. Ainda não o tinha publicado aqui.)

Sabem quando os pêlos começam a crescer, e ainda não estão capazes para serem arrancados, mas já dão o ar de sua graça? Eu digo para mim própria: que se lixe, quem é que me vai olhar para as pernas? Agora vou à praia. Logo trato disso. Chego à praia e percebo que com a luz do sol a coisa se vê mais do que devia e cada viagem ao mar é feita com o seguinte pensamento: espero que ninguém note que pertenço à família dos macacos. (mais…)

Tive uma dor de cabeça tão grande

Que precisei de dormir uns minutos. Quando acordei, temi estar atrasada, e sem tempo suficiente de me arranjar em condições, para conhecer A Pipoca Mais Doce. Que dor de cabeça a minha: o nosso encontro é só amanhã. (Em ânsias!)