O meu pai é bruto, refilão e fala muito alto.
O meu pai é de ideias fixas e não gosta de ser contrariado.
O meu pai é pouco compreensivo e tem dificuldade em ouvir os outros.
O meu pai passa a vida a falar de futebol e horas a ver séries que deixa a gravar na box.
O meu pai é o homem mais trabalhador que conheço.
O meu pai adora o Benfica.
O meu pai tem a capacidade de comer e beber como se “não houvesse amanhã”.
O meu pai é capaz de vender ou comprar o que quer que seja e consegue sempre o melhor preço.
O meu pai sabe orientar o dinheiro da família como ninguém.
O meu pai gosta de fazer surpresas com telemóveis, carros e janelas para fechar varandas.
O meu pai é o meu novo treinador de corrida e dá cabo de mim a cada treino.
O meu pai (às vezes) é uma pequena grande besta, mas também tem a sua graça.
O meu pai é meu, incondicionalmente, e isso é o mais importante.

fotografia (13)

4 Comments on O meu pai

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *