Não falhei nenhum treino nos últimos 4 dias. Não correr a subida está agora fora de questão: tenho-a subido a correr sempre. Há metros que doem mais do que outros e ontem o treino custou-me horrores (talvez tenha sido o peso da segunda-feira). Achei que as minhas pernas iam rebentar, mas não. As minhas meninas têm-se aguentado de forma brilhante. (Ah, ricas pernas, que sempre vos desvalorizei.)

Hoje a corrida terminou à porta do ginásio. À minha espera estava uma maravilhosa aula de Sh’Bam, que fiz com uma resistência surpreendente. Ainda não me tinha refeito da corrida e já estava a dançar. PROUD! A aula terminou, fiz mais uma caminhada até casa e preparei um maravilhoso jantar. Esta vida de Perna Fina não pára de me surpreender.

A próxima vez que conhecer uma pessoa e ela me perguntar o que faço, vou responder: Eu corro. É, eu corro. Como se a corrida me definisse, fizesse parte de mim, porque (já) faz.

Amanhã há mais e nos próximos 15 dias também.

1 Comment on Desafio dos 28 dias: 12.º dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *