Esta vida de Perna Fina começou há cerca de 15 dias. Esta vida nova, que está cheia de outros sabores, tem sido fabulosa. Sinto-me bem em todos os sentidos. Sinto-me otimista e capaz. (Obrigada, 2014, por teres ouvido os meus pedidos. Até agora, estás a portar-te bem!) Têm sido bons dias.

Durante este tempo, tenho evitado pesar-me. Na verdade, ainda não me pesei este ano… Nem quero fazê-lo. Não estou com medo da balança, nada disso, só não me quero prender a um número. Não para já.Tenho, por isso, dado mais atenção ao meu corpo. Tenho-me observado com olhos críticos, mas conscientes. Tem sido um processo muito tranquilo, bem vivido.

Dizem que quando emagrecemos, tudo emagrece e a verdade é que começo a sentir as calças a alargar, os casacos a servirem-me melhor nos braços e até a roupa interior a ficar folgada. Ontem pus um anel, que comprei antes do Natal, e o maldito caiu-me dos dedos. Só consegui usá-lo no dedo indicador. Fiquei triste porque gosto do anel, mas muito feliz por perceber que até os meus dedos já aderiram à mudança.

As palavras de ordem? Ambição. Serenidade. Consistência.

1 Comment on Vão-se os anéis ficam os dedos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *